Na noite de chuva estelar de Púpidas, depois da luz emanada pela poeira cósmica de estrelas Líridas, convoquei Madame C. Bécamier e um público de amorosos poetas da vida para escutar os passos de Lícia, em um belo sarau.

Com o público, entre artistas, amigos e lindos Seres Humanos , senti vibrarem as estrelas desprendidas da cauda de cometa da constelação Puppis, de luzes de tom amarelado.

Publico o poema e os passos sonoros de Lícia. Aconselho o leitor escutar enquanto lê. 

Entenda que o áudio é mais um trecho dos improvisos cotidianos de Lícia, entre tantos que dela recebo, em meus dias de escritura e reflexão.

O que ela vê em seu caminho, ela cantarola, nada mais… 

Gratidão ao “Espaço Florescer” por poesia acolher.

 

8

Intuição que proclama

Emana

8

Intuição que associa

Insaciável

8

Intuição que cria

Melodia

Memorável

8

Intuição quase infinita

Gravita

Inflamável

8

Intuição nunca alterada

Celebrada

Inabalável

8

Intuição primitiva

Lasciva

Primordial

8

Intuição inquietante

Avante

Levante de Lícia

Entre nós

8

Intuição que é malícia

Liberta

Profana

Coberta de si

8

Insana

Sagrada

Encourajada

Não clama

Vive por onde passa

E declama com o tempo do fazer olhar

8

Intuição emanada

Volúpia da chama pulsante

De canção aqui errante

Pelo passo no chão urbano flanante

8

Conexão instintiva

Capacidade de ser

Caminho

Encontro verdadeiro

Estradeiro

Aqui

Entre nós

Madame C. Bécamier

  Recentes
Antigos  


EXIBIR COMENTÁRIOS +

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será exibido publicamente
Campos obrigatórios são marcados *

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Todos os comentários do site são moderados e aprovados previamente.