No topo do silêncio, o tempo cristaliza o corpo.

As raízes movem-se na rocha, as águas refletem luz errante e o vento é impulso ao gesto.

Instalação de videoperformance e fotografia macro.

A instalação é representada pela galeria e acervo @moblanc.art

  Recentes
Antigos  


EXIBIR COMENTÁRIOS +

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será exibido publicamente
Campos obrigatórios são marcados *

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Todos os comentários do site são moderados e aprovados previamente.